×

Digite o que você está procurando

Vem aí o Encontro e Feira dos Povos do Cerrado

2 de junho de 2019 - Cerrado - Thays Puzzi / assessoria de Comunicação da Rede Cerrado

Rede Cerrado inicia organização da nona edição do Encontro e Feira dos Povos do Cerrado

Pelo Cerrado Vivo: diversidades, territórios e democracia. Este será o tema da nona edição do Encontro e Feira dos Povos do Cerrado. Previsto para acontecer em Brasília na semana em que se celebra o Dia Nacional do Cerrado, o Encontro e Feira será um espaço de debates, reflexões e trocas de experiências sobre a realidade do Bioma e os desafios enfrentados pelos povos e comunidades tradicionais que habitam o Cerrado.

A expectativa é que cerca de 600 pessoas, entre representantes de povos e comunidades tradicionais, de organizações da sociedade civil e movimentos sociais se juntem na capital federal entre os dias 11 e 14 de setembro. O principal objetivo é dar voz e visibilidade ao Cerrado e aos seus povos, que são os guardiões de toda a sociobiodiversidade presente no Bioma.

Para Maria do Socorro Teixeira Lima, quebradeira de coco babaçu e coordenadora geral da Rede Cerrado, reforçar a importância de chamar a atenção para o Cerrado. “Ele é o nosso berço das águas e a água é um bem comum a todos nós. Se o desmatamento continua no Cerrado (que já perdeu mais da metade da vegetação nativa), toda a sociedade sofrerá as consequências”, alerta.

O Cerrado abriga oito das doze regiões hidrográficas brasileiras e abastece seis das oito grandes bacias hidrográficas do Brasil – Amazônica, Araguaia/Tocantins, Atlântico Norte/Nordeste, São Francisco, Atlântico Leste e Paraná/Paraguai. Além disso, é no Cerrado onde estão localizados três dos principais aquíferos do país: Bambuí, Urucuia e Guarani.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Leia Mais